Airport Extreme como cápsula do tempo

Todos nós sabemos que é muito mais bonito ter um Time Capsule do que o que estou prestes a dizer, mas se você tem um disco externo para o Time Machine, o que você precisa é de um Airport Extreme.

Hoje comprei um desses dispositivos e a verdade é que a rede local voa baixo já que vários computadores possuem 802.11ne o caso é que um Mac Mini, apesar de ter 802.11g, faz o buffer de um filme do MacBook Pro em muito menos tempo do que antes com um Linksys AP-xx54G.

A configuração é tão simples quanto inserir um CD e seguir as etapas de instalação muito simples que também o orientam a copiar a configuração do ponto de acesso anterior ou roteador Wi-Fi, mesmo que você não o tenha mais conectado no momento da instalação. Além disso, ao substituir o ponto de acesso pelo Airport Extreme, você já tem uma rede, pois por padrão ela já vem pré-configurada para dar uma conexão aberta sem chaves.

Tenha cuidado com isso, pois quando funciona desde o primeiro minuto pode fazer você acreditar que sim, mas você tem que configurá-lo para ter criptografia WPA2 e que ninguém de fora pode nos atrapalhar.

Basta conectar um disco rígido à máquina do tempo, informar a cada Mac que você deseja lembrar a senha para acessá-lo, informar a máquina do tempo para usar o disco que acabamos de montar no Finder e bualá ... já temos o Time Capsule


O conteúdo do artigo segue nossos princípios de Ética editorial. Para relatar um erro, clique Clique aqui.

3 comentários, deixe o seu

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

*

*

  1. Responsável pelos dados: Miguel Ángel Gatón
  2. Finalidade dos dados: Controle de SPAM, gerenciamento de comentários.
  3. Legitimação: Seu consentimento
  4. Comunicação de dados: Os dados não serão comunicados a terceiros, exceto por obrigação legal.
  5. Armazenamento de dados: banco de dados hospedado pela Occentus Networks (UE)
  6. Direitos: A qualquer momento você pode limitar, recuperar e excluir suas informações.

  1.   José Luis Colmena dito

    Tenho o TimeCapsule de 500 GB e poderia dizer que estou mais que encantado com ele, é uma grande equipe, a função para a qual foi criado não cumpre, já que faço cópias de backup todas as sextas-feiras e clono o drive interno, portanto Eu evito complicações.

    Te falo que se o acesso ao Disco Rígido conectado ao Extreme via gigabit ethernet for como no TC você tem claro, deixa eu te explicar: Adquiri esse equipamento com uma ideia bem clara: Use do MediaCenter N e use no reuniões / servidor, mas o engraçado é que quando você acessa o Disco Rígido via ethernet, a gravação dos dados é feita a 13 MB por segundo e a leitura a 26 MB por segundo. então deixa muito a desejar, já que um MacMini faz isso a 60/80 MB por segundo. respectivamente.

    Fiquei muito tentado a comprar o Mini, agora terei que comprá-lo embora espere fevereiro, por causa das ofertas.

    Testei a cobertura do CT, coloquei-o a 10 metros de altura (um prédio) e medi a distância efetiva sincronizando a 300 MB em 200 metros lineares, em linha reta e sem obstáculos. Se você mudar para 54 MB e definir para 1'2 Ghz, a distância é a mesma, então é melhor N.

    Outro fato curioso é que quando você informa ao TC que ele é compatível com N e G presume-se que se alguém se conectar via G, a rede passa para a mais lenta, pois NÃO é assim, pelo menos no meu caso, um laptop conectado por G sincronizou o filme em 54 megabytes enquanto com o MacBook conectou por N e sincronizou o mesmo filme em 300, simultaneamente (sim, fizemos um duplo streaming de vídeo do mesmo arquivo em velocidades diferentes, é um passo incrível). Você já sabe quem todo o streaming atingiu mais rápido, certo? :-p

    Salu2

  2.   jaca101 dito

    Pelo que você diz, tenho um Mac Mini. É o melhor mediacenter e estou muito feliz. O Time Capsule, devido à baixa velocidade de transferência de dados, leva cerca de 10 horas para realizar o primeiro backup, mas uma vez feito, as atualizações são questão de minutos.

    É para o que é, para os usuários do Time Machine e se alguma coisa, lançar alguns filmes para que o Mac Mini possa reproduzi-los de sua linha de frente com o truque do soft link que publiquei.

    A explicação para o Mac Mini streaming mais rápido do que antes é simples. A atividade do MacBook Pro ou do iMac não reduz mais a largura de banda local para o G, pois é como ter dois canais diferentes com os quais o G é dedicado para o Mac Mini.

  3.   jaca101 dito

    Esqueci de colocar o link para a entrada do truque mencionado: https://www.soydemac.com/2008/05/04/mostrar-contenido-de-cddvd-en-frontrow/