Não há mais vestígios de Intel dentro do MacBook Air M2

MacBook Air

Desde Craig Federighi Surpreendeu a todos nós do porão do Apple Park, quando ele nos apresentou pela primeira vez o projeto Apple Silicon, os diretores da Intel foram muito claros sobre o que estava por vir. Eles sabiam que perderiam um grande cliente que estava comprando vários processadores e chips deles para seus Macs.

E aos poucos surgiram os primeiros Apple Silicon Macs com processadores próprios da Apple. Mas esses dispositivos ainda montavam alguns chips secundários fabricados pela Intel. Mas com o novo Macbook Air M2, já não é assim, No interior já não existe nenhum componente fabricado pelos da Mountain View.

Nunca saberemos o que fez a Apple querer apagar Intel da sua lista de fornecedores. São muitos os argumentos que poderíamos listar para entender as razões que Cupertino teve para transformar todos os seus Macs, todos com processadores Intel, para novos, com arquitetura ARM própria.

Mas é impressionante que a coisa não tenha ficado apenas no processador. Até agora, todos os novos Macs da nova era Silício maçã, eles já montaram seu próprio processador Apple, seja da primeira família do M1, ou do mais recente M2. Mas dentro ainda havia alguns componentes secundários com chips Intel.

Mas como se verificou após a primeira desmontagem, como a dos meninos de iFixitO novo Macbook Air M2 ele não monta mais nenhum componente Intel.

Um chip que gerencia a entrada atual

Até agora, o MacBook Air M1 incorporava um único componente Intel, correspondente às entradas do Portas USB-C do portátil. Um pequeno processador que gerenciava a energia que entrava por essa porta para carregar a bateria do Mac e para abastecer a memória do dispositivo e as conexões de acessórios.

Mas desde que SkyJuice postou em sua conta Twitterdisse O driver Intel foi substituído por outro de fabricante desconhecido nas portas USB-C do MacBook Air M2. Assim, caiu para sempre o pequeno bastião da Intel que permanecia no território Mac. Era a crônica de uma morte anunciada.


O conteúdo do artigo segue nossos princípios de Ética editorial. Para relatar um erro, clique Clique aqui.

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

  1. Responsável pelos dados: Miguel Ángel Gatón
  2. Finalidade dos dados: Controle de SPAM, gerenciamento de comentários.
  3. Legitimação: Seu consentimento
  4. Comunicação de dados: Os dados não serão comunicados a terceiros, exceto por obrigação legal.
  5. Armazenamento de dados: banco de dados hospedado pela Occentus Networks (UE)
  6. Direitos: A qualquer momento você pode limitar, recuperar e excluir suas informações.