Onde está o gerenciador de tarefas?

OS X Activity Monitor

Uma das ferramentas que os usuários de Mac costumam usar é o OS X Activity Monitor. Muitos dos usuários que vêm para o OS X vêm do Windows e esta ferramenta é o que podemos comparar com o conhecido e usado "Gerenciador de Tarefas" integrado ao sistema operacional Windows. Sim, trata-se de poder ver a utilização da nossa máquina em termos de hardware interno: percentagens de utilização do CPU, Memória, Potência, Disco e Rede.

Quando falamos sobre Activity Monitor no OS X, falamos sobre ter controle sobre nossos processos no Mac e isso é, sem dúvida, muito interessante para alguns usuários. Resumindo, e para todos nós que usamos o Windows há muitos anos, é o que viria a ser o gerente de tarefas que é lançado quando realizamos a combinação "Ctrl + Alt + Del", mas no Mac OS X é chamado Activity Monitor e é fácil de iniciar, pois tem seu próprio aplicativo em nosso Launchpad, o que nos permite iniciá-lo a partir do Launchpad em si, do Spotlight ou mesmo do Finder na pasta Aplicativos. Veremos mais detalhes sobre este Activity Monitor e os pequenos truques que ele esconde.

Como abrir o Activity Monitor

Ícone do monitor de atividade

Bem, se você chegou até aqui, é porque simplesmente deseja saber todos os dados de consumo do seu novo Mac. Já mencionei no início que temos diferentes opções para abrir este Monitor de Atividade, mas o melhor se formos para utilizá-lo muito e para fazer um acesso mais fácil, o que aconselhamos é que você mantenha seu Monitor de Atividades em um local bem acessível para ver os dados e processos a qualquer momento. Isso é muito simples de fazer e você só precisa acessar de seu Launchpad> pasta Outros> Activity Monitor e arraste o aplicativo para o dock.

Você também pode acessar o monitor de atividade usando o Spotlight ou na pasta Aplicativos> Utilitários. Qualquer um dos três métodos funciona para você.

Desta forma, o Activity Monitor será ancorado no Dock e você não terá mais acesso a partir do Launchpad, Spotlight ou Finder, estará diretamente a um clique de distância e teremos um acesso muito mais rápido e fácil quando nos sentarmos na frente do o Mac. nos permite acessar as "opções mais ocultas" deste Monitor de Atividades que veremos na próxima seção.

Informações do gerenciador de tarefas no Mac

Este é, sem dúvida, o motivo deste artigo. Vamos ver cada um dos detalhes que o Activity Monitor nos oferece e para isso vamos respeitar a ordem das guias que aparecem nesta útil ferramenta OS X. Também temos um botão com um "I" que nos oferece informações sobre o processo de forma rápida e a engrenagem anelar (tipo de ajuste) na parte superior que nos oferece as opções de: processar amostragem, executar o espindump, executar o diagnóstico do sistema e outros.

Parte dessas opções ocultas de que falamos no início do artigo são a opção de deixar o ícone do dock pressionado, podemos modificar sua aparência e adicionar uma janela no menu de aplicativos onde aparecerá o gráfico de utilização. Para modificar o ícone do aplicativo e ver os processos diretamente, só precisamos mantenha pressionado o ícone do dock> ícone do dock e escolha o que deseja monitorar no mesmo.

CPU

Monitor de atividade da CPU

Este junto com a Memória é sem dúvida o trecho mais utilizado por mim e o que nos mostra é o porcentagem de uso de cada um dos aplicativos em execução. Dentro de cada uma das aplicações podemos realizar diferentes tarefas como fechar o processo, enviar comandos e muito mais. Dentro da opção CPU temos vários dados disponíveis: A porcentagem de CPU utilizada por cada aplicação, o tempo de CPU dos threads, Ativação após inatividade, o PID e o usuário que está executando aquela aplicação na máquina.

Memória

Monitore a memória no OS X

Na opção Memória, podemos ver dados diferentes e interessantes: a memória que cada processo usa, a memória compactada, os Threads, as Portas, o PID (é o número de identificação do processo) e o usuário que está realizando esses processos.

Energia

Monitor de energia no OS X

Este é, sem dúvida, outro ponto a ter em conta se usarmos um MacBook, uma vez que nos oferece o consumo de cada um dos processos que temos ativos no Mac. Esta guia Energia nos oferece diferentes dados, como: o impacto da energia do processo, o impacto da energia média, se usa ou não App Nap (App Nap é um novo recurso que chegou no OS X Mavericks e reduz automaticamente os recursos do sistema para determinados aplicativos que não estão em uso no momento), Previne inatividade e login do usuário.

Discoteca

Monitore o uso do disco rígido no Mac

Saiba ao dedo o que está gerando leitura e escritura é cada vez mais importante devido ao aumento dos SSDs atuais. Esses discos contêm memória Flash e são certamente duas vezes mais rápidos que os discos HDD, mas também "estragam mais cedo" quanto mais leem e gravam. Na opção Disco do Activity Monitor veremos os: Bytes escritos, Bytes lidos, a classe, o PID e o usuário do processo.

Vermelho

Atividade de rede no OS X

Esta é a última das abas oferecidas por este Monitor de Atividades completo no OS X. Nele encontramos todos os dados referentes à navegação do nosso equipamento e podemos ver os diferentes detalhes de cada processo: Bytes enviados e Bytes recebidos, Pacotes enviados e Pacotes recebidos e o PID.

É definitivamente sobre obter informações sobre todos os processos que o nosso Mac realiza incluindo os da Rede e poder fechá-los ou perceber as percentagens utilizadas por algumas aplicações e processos no nosso Mac. Também, tendo a opção de modificar o ícone dock para ver os detalhes do Activity Monitor em real o tempo é bom para detectar anomalias ou consumos estranhos. Também ter tudo com gráfico na própria janela facilita o detalhamento de todos os pontos.

Certamente este Monitor de Atividades facilita a detecção de um processo que nos preocupa e também a opção que nos permite fechá-lo diretamente de lá, como torna o trabalho mais fácil para o usuário. Por outro lado, certamente mais de um dos usuários que vêm do sistema operacional Windows está acostumado a executar a combinação de teclas Ctrl + Alt + Del para ver o Gerenciador de Tarefas e, claro, no Mac OS X esta opção não existe.

O que está claro é que se você vem do Windows, você deve esquecer o gerenciador de tarefas clássico, pois no Mac ele se chama "Monitor de Atividade". Quanto antes você se acostumar melhor, pois assim você economizará tempo procurando por um aplicativo que não existe no MacOS.


O conteúdo do artigo segue nossos princípios de ética editorial. Para relatar um erro, clique Clique aqui.

4 comentários, deixe o seu

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

  1. Responsável pelos dados: Miguel Ángel Gatón
  2. Finalidade dos dados: Controle de SPAM, gerenciamento de comentários.
  3. Legitimação: Seu consentimento
  4. Comunicação de dados: Os dados não serão comunicados a terceiros, exceto por obrigação legal.
  5. Armazenamento de dados: banco de dados hospedado pela Occentus Networks (UE)
  6. Direitos: A qualquer momento você pode limitar, recuperar e excluir suas informações.

  1.   oscar dito

    como sempre, o mac é melhor do que o windows

    1.    Thomas4 dito

      Erm…. Não

  2.   Alejandra Solorzano M dito

    Olá, preciso de ajuda, não sei como encontrar essas duas opções de sistema operacional mac. Preciso de ajuda. Você poderia me ajudar? Preciso para quinta-feira, obrigado ...

    Gerenciamento de dispositivos Mac
    Gerenciamento de arquivos

  3.   Madisson dito

    Eu preciso quais são os administradores do bring mac