O último anúncio da Intel mostra os chamados fanboys da Apple fascinados por PCs

Vídeo Intel

Intel lutar de volta. Este poderia ser o título do último vídeo promocional que a gigante norte-americana do processador acaba de lançar. É claro que um dos anúncios mais recentes da Apple, onde a felicidade dos usuários dos iPads foi contrastada com a amargura de quem usava um PC, não fez muita graça à liderança da Intel.

E a empresa sediada em Santa Clara acaba de contra-atacar com um novo vídeo promocional apresentando um suposto "experimento social". Um vídeo onde diferentes suposições aparecem «fanboys»Da Apple olhando para os novos dispositivos com processador Intel, maravilhando-se com isso.

Há alguns meses publicamos o notícia do lançamento de um anúncio para Apple que ele com certeza traria um rabo. Ele apresentava diferentes usuários de iPad e PC com Windows. O primeiro parecia livre e feliz em usar seu iPad em qualquer lugar. Este último, triste e amargo ligado a seus computadores desktop.

E agora a Intel lançou um anúncio usando os chamados usuários da Apple também. O vídeo é intitulado "Breaking the Spell: Social Experiment". No vídeo de quatro minutos, a Intel convida 12 supostos fãs da Apple para um experimento social. Eles tentam fazer esses usuários acreditarem que estão lhes mostrando novos produtos da Apple, quando eles são dispositivos realmente diferentes com processadores Intel, e eles ficam fascinados com a demonstração.

Um suposto experimento social

O vídeo começa explicando que a maioria dos "fanboys" da Apple só se preocupam com produtos desenvolvidos em Cupertino, e a Intel mostra que não é esse o caso. Os chamados fãs da Apple são levados para uma sala que "simula" uma loja apple Store, criando a impressão de que estão sendo mostrados novos dispositivos da Apple, quando na verdade são computadores e tablets com processadores Intel.

O anúncio faz parte da campanha de marketing #GoPC da Intel, que começou no ano passado, depois que a Apple anunciou sua transição dos Macs Intel para o novo Silicon da Apple. Desde então, a Intel tem tido problemas com a Apple.


O conteúdo do artigo segue nossos princípios de Ética editorial. Para relatar um erro, clique Clique aqui.

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

  1. Responsável pelos dados: Miguel Ángel Gatón
  2. Finalidade dos dados: Controle de SPAM, gerenciamento de comentários.
  3. Legitimação: Seu consentimento
  4. Comunicação de dados: Os dados não serão comunicados a terceiros, exceto por obrigação legal.
  5. Armazenamento de dados: banco de dados hospedado pela Occentus Networks (UE)
  6. Direitos: A qualquer momento você pode limitar, recuperar e excluir suas informações.